Tempo de leitura: 2 minutos

Educação Já 2022: Conheça propostas de políticas públicas para a Educação Básica brasileira

|

Não só um direito, mas um dever da Nação: um Ensino Básico de qualidade para todas as crianças e os jovens brasileiros é possível e deve ser prioridade de todos os governos. Mas como tornar isso realidade em um cenário com desafios históricos e aprofundados pela pandemia de Covid-19? Quais são as áreas e medidas mais importantes e centrais para alcançarmos esse objetivo? 

 

A partir dessas questões, o Todos Pela Educação lança o Educação Já 2022: contribuições para a construção de uma agenda sistêmica para a Educação Básica Brasileira, uma produção que apresenta diagnósticos e caminhos que podem orientar a atuação das gestões eleitas em 2022, federal e estaduais, e a agenda educacional do país na próxima década. 

 

>>ACESSE AO DOCUMENTO NA ÍNTEGRA AQUI

>>LEIA UM RESUMO DAS PROPOSTAS AQUI

 

Além de elencar ações que precisarão ser implementadas pelo poder público de forma emergencial, por conta dos impactos da pandemia, o documento apresenta 10 medidas estruturais para elevar a qualidade e reduzir as desigualdades dos sistemas educacionais do país nos próximos anos. O Todos Pela Educação defende que o avanço de uma agenda sistêmica de medidas estruturais capazes de dar sequência a importantes políticas efetivadas antes da pandemia e introduzir outras mudanças e inovações necessárias é o único caminho para que o país consiga fazer frente ao maior desafio da Educação Básica: oferecer ensino de qualidade para todos os estudantes.

 

Consideramos o Educação Já 2022  uma agenda técnica e política. Técnica, porque parte do acúmulo do debate educacional brasileiro, sendo informado pelas evidências disponíveis da literatura educacional e conhecimentos teóricos e práticos consolidados pelas ciências da Educação. Sem falar dos diálogos com movimentos da sociedade civil e com atores da comunidade escolar, assim como pesquisas de opinião representativas com professores, famílias, estudantes e gestores. Experiências educacionais exitosas em âmbito internacional e, sobretudo, nacional também embasam as propostas apresentadas. E política, por caracterizar um manifesto que clama para a defesa da Educação pública brasileira e serve de base para o diálogo que o Todos promoverá com diversas candidaturas das eleições de 2022.

 

Versões anteriores do Educação Já

Em outubro de 2021, o Todos Pela Educação lançou uma “versão para debate” desse documento e, por meses, discutiu as propostas apresentadas com profissionais da Educação (professores e gestores escolares), especialistas, gestores públicos, políticos e organizações, visando o aprimoramento e o detalhamento da agenda técnica.

É importante também destacar que a iniciativa é uma atualização do documento Educação Já 2018. A partir dos avanços, lacunas e retrocessos das políticas educacionais nos últimos anos, bem como dos desafios introduzidos ou agravados pela pandemia, das metas apontadas no Plano Nacional de Educação e da legislação em vigor, o Todos desenvolveu uma nova versão da agenda.

 

Leia também sobre processos de escuta Educação Já:

++TODOS E CONECTANDO SABERES REÚNEM PROFESSORES PARA DISCUTIR O CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO PAÍS 

++TODOS INICIA RODADAS DE ESCUTA VISANDO FORTALECER A PAUTA RACIAL EM SUAS PROPOSTAS DO EDUCAÇÃO JÁ