Tempo de leitura: 2 minutos

Cultura e Ciência: se você quer isso, também quer Educação

|

Cinco eleitores dividiram conosco o que eles sonham para o País e o que a Educação tem a ver com isso. É hora de todos fazermos essa reflexão, pois um País melhor começa na escola. Conheça o que Gustavo sonha para o Brasil.

Há 11 anos nascia em Tambaú, interior paulista, o Movimento La Cucaracha, um coletivo que até hoje trabalha na divulgação e promoção de direitos humanos por meio de atividades nas áreas social, cultural, ambiental e política. O advogado e jornalista Gustavo de Oliveira Antonio, um dos fundadores do grupo, desde então já valorizava o acesso à cultura como determinante para que a população possa ter uma vida digna. Para ele, neste momento, cultura e ciência são as pautas mais relevantes para o desenvolvimento do Brasil.

cultura

Gustavo sonha com um Brasil com mais Cultura e Ciência.

“São áreas que, juntamente com a Educação, são fundamentais para construirmos um País mais justo, que busque a superação dos problemas relacionados a questões estruturantes, tais como preconceitos e desigualdades econômicas e sociais”, justifica. “Em um momento em que discursos de ódio se proliferam, a cultura é essencial como uma alternativa calcada no amor, na criatividade, na arte, na construção coletiva e na solidariedade”.

+++AS JUVENTUDES ESTÃO SE MOBILIZANDO: E VOCÊ COM ISSO?

Nascido na mesma Tambaú, Gustavo tem 30 anos e se divide entre vários papéis: é articulador, educador e facilitador nos programas de Justiça Restaurativa e Direitos Humanos no Centro de Direitos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo (CDHEP), na periferia sul da cidade de São Paulo; sócio em um negócio social chamado Reconecte – Justiça Restaurativa, que trabalha com gestão de conflitos e incentivo a uma cultura de paz; advogado voluntário em audiências de custódia em Itapecerica da Serra (SP) em um projeto do Instituto Pro Bono; e estudante de um curso de pós-graduação em Direitos Humanos, Diversidade e Violência na Universidade Federal do ABC (UFABC).

Ele espera que seus candidatos, se eleitos, mantenham a cultura e a ciência como temas estratégicos e centrais em suas administrações, e não acessórios, como normalmente ocorre. “No campo cultural, entre os aspectos mais relevantes estão o fomento e incentivo a manifestações tradicionais populares e a grupos e atividades artísticas nas mais diversas localidades do País, bem como o desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias sociais, junto a outras medidas que incentivem a convivência e o encontro, a liberdade e a ocupação de espaços públicos”, defende.

Já em relação à ciência, Gustavo destaca a urgência de reversão de medidas de corte de investimentos em pesquisas. “Penso também ser mais do que necessário fomentar uma ciência acessível e democrática, que se faça presente nos mais diversos espaços, com diferentes linguagens, englobando e valorizando os variados saberes”, explica ele.

+++ SAIBA MAIS SOBRE A IMPORTÂNCIA DO ACESSO À CULTURA PARA PRIMEIRA INFÂNCIA

Além de garantir mais acesso à cultura e à ciência, saiba como uma Educação de qualidade pode também garantir mais saúde , mais emprego e mais segurança pública. Clique:

 educação emprego saúde segurança

Your IP Address is:
162.241.136.94