Tempo de leitura: 3 minutos

Todos Pela Educação contribuirá com equipe de transição do próximo Governo Federal

|

Atualizado em 14/11/2022

Apoio técnico, que se ancora nas produções do Educação Já, se dará de maneira independente e voluntária, sem qualquer nomeação a cargo

 

O Todos Pela Educação, organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, representado por Priscila Cruz, nossa presidente-executiva, foi oficializado entre os colaboradores do Grupo de Trabalho da Educação no gabinete de transição entre governos.

O anúncio ocorreu segunda, 14/11, feito pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que apresentou a lista completa dos 14 participantes do grupo em ordem alfabética:

– Andressa Pellanda, coordenadora geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação;

– Alexandre Schneider, ex-secretário municipal de Educação de São Paulo;

– Binho Marques, ex-governador do Acre;

– Cláudio Alex, presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e reitor do Instituto Federal do Pará (IFPA);

– Heleno Araújo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE);

– Henrique Paim, ex-ministro da Educação;

– Macaé Evaristo, ex-secretária de Educação de Belo Horizonte e de Minas Gerais, vereadora e deputada estadual eleita (PT-MG);

– Maria Alice Setubal (Neca Setúbal), presidente do Conselho Consultivo da Fundação Tide Setúbal;

– Paulo Gabriel, ex-reitor da Universidade Federal do Recôncavo Baiano e atual presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia;

– Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos Pela Educação;

– Ricardo Marcelo Fonseca, presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e reitor da Universidade Federal do Paraná;

– Rosa Neide, ex-secretária estadual de Educação do Mato Grosso e deputada federal (PT-MT) – Teresa Leitão, professora, ex-deputada estadual e senadora eleita (PT-PE),

– Veveu Arruda, ex-prefeito de sobral (CE) e marido da atual governadora do Ceará, Izolda Cela.


Cooperação técnica para a Educação iniciada

Apesar da oficialização na segunda (14), o levantamento de temas e debate sobre prioridades para a Educação já teve início. O Todos participou, em 8/11, da primeira reunião de colaboradores da área educacional que têm como objetivo fornecer subsídios para o processo de transição do Ministério da Educação. Estiveram presentes Priscila Cruz, presidente-executiva, Olavo Nogueira Filho, diretor-executivo, e Gabriel Corrêa, líder de Políticas Educacionais. “Considerando que uma das nossas missões institucionais é produzir conhecimento aplicado para subsidiar a tomada de decisão do poder público em todas as esferas, respondemos positivamente ao convite e nos colocamos à disposição da equipe de transição para iniciar prontamente essa cooperação técnica”, afirma Priscila Cruz.

“A independência partidária, a pluralidade de diálogo, o caráter técnico do Todos Pela Educação e a própria forma como se deu a construção do Educação Já, são características que permitem a compatibilidade de nossa atuação institucional com um trabalho em frente ampla multipartidária”, complementa Priscila. Além do Todos Pela Educação, outros especialistas que colaboraram na elaboração do Educação Já também estiveram presentes na reunião.

Olavo Nogueira Filho destaca que o próximo MEC terá a chance de inaugurar um novo capítulo para a Educação Básica brasileira. “Esperamos apoiar a equipe de transição na expectativa de que o governo federal assuma uma nova postura em relação à Educação e consiga, efetivamente, enfrentar os graves efeitos advindos da pandemia e da desastrosa atuação da pasta nos últimos 4 anos. Uma vez iniciada a próxima gestão, continuaremos a ser vigilantes no monitoramento público das políticas e dos resultados educacionais”, afirma.

Além das recomendações gerais para os governos estaduais e federal dispostas no documento Educação Já, o Todos Pela Educação produziu diagnósticos e recomendações específicas para cada um dos 27 entes da federação, com cenário e análises de dados. Dessa forma, o Todos se coloca à disposição para contribuir com os trabalhos de transição dos governos estaduais recém-eleitos, independentemente de seus partidos políticos. “Mais do que nunca, agora é fundamental um amplo esforço de lideranças políticas, de gestores públicos e de toda a sociedade em prol da Educação Básica”, conclui Gabriel Corrêa

O documento síntese e as propostas detalhadas do Educação Já podem ser acessadas aqui

Your IP Address is:
162.241.136.94