Tempo de leitura: 3 minutos

Lições que ficam da pandemia na Educação Pública

|

Em série de podcasts, Todos Pela Educação mostra bons exemplos de redes estaduais de ensino para superar os desafios trazidos pela Covid-19

A pandemia tem deixado mais do que sequelas na Educação brasileira, como atrasos no aprendizado e aumento das desigualdades educacionais decorrentes do longo período de escolas fechadas – ela também tem trazido lições, com boas práticas para driblar os desafios impostos pela Covid-19. Esse é o primeiro aspecto abordado pela iniciativa Educação Que Dá Certo, do Todos Pela Educação, que mapeia, analisa e compartilha políticas educacionais adotadas por diferentes redes de ensino do País com base em evidências e foco na melhoria da Educação Básica.

Iniciado em outubro do ano passado, o projeto entra em nova fase nesta quinta-feira (18/03), com a estreia da série de podcasts “Lições que Ficam”. Ao longo de cinco episódios, cada um com duração de 30 minutos, gestores e técnicos educacionais, educadores, alunos e especialistas do Todos compartilham experiências e resultados capazes de reduzir os impactos trazidos pela pandemia. É, também, o primeiro conteúdo lançado pelo Todos em formato podcast. Clique e ouça o podcast.

Apresentado pelo jornalista Rubem Barros, o episódio de estreia – “Presente, professor!” – conta como a busca ativa em tempos de crise tem trazido crianças e jovens de volta aos estudos no Maranhão e conta com Olavo Nogueira Filho, diretor-executivo do Todos, destacando os principais desafios do combate à evasão nesse cenário. Antes que o aluno perca o vínculo com o ensino, o que podemos fazer para reconectá-lo à Educação? – questiona o episódio. Fundamental antes da pandemia, essa pergunta é, agora, absolutamente central, quando o agravamento da crise tem empurrado muitas crianças e jovens para longe do ensino. 

“A pandemia tem matado milhares de brasileiros e ferido gravemente a nossa Educação, mas tem também produzido experiências incríveis, reafirmando a criatividade, a resiliência e a capacidade de gestores e profissionais da educação de implementar práticas muito consistentes, apesar das imensas dificuldades”, ressalta Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos. “É como um paciente que resgata toda a sua energia e vontade de viver, contando também com o apoio de quem o cerca e acredita nele. Tudo em nome do bem público. Esta é a Educação que dá certo no país.”

A série “Lições que ficam” se divide em três diferentes áreas temáticas, consideradas essenciais pelo Todos para enfrentar os efeitos da pandemia: busca ativa, para o combate à evasão escolar; avaliação diagnóstica, para acompanhamento de perdas e recuperação da aprendizagem; e sistema híbrido de ensino, importante modalidade no período de transição entre Educação remota e presencial. 

Avaliação diagnóstica em Pernambuco; sistema híbrido no Paraná e em Minas Gerais; busca ativa no Ceará são os temas dos quatro outros episódios, sempre comentados por lideranças do Todos Pela Educação.

Acompanhe os episódios pelo nosso site ou siga na plataforma Spotify.

Os episódios da série de podcasts

Ep 1 – Busca Ativa (MA). Com análise de Olavo Nogueira Filho, diretor-executivo do Todos 

Ep 2 – Sistema Híbrido (PR). Com análise de Ivan Gontijo, coordenador de projetos do Todos

Ep 3 – Avaliação Diagnóstica (PE). Com análise de Lucas Hoogerbrugge, líder de Relações Governamentais do Todos

Ep 4 – Busca Ativa (CE). Com análise  de Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos

Ep 5 – Sistema Híbrido (MG). Com análise de Gabriel Corrêa, líder de Políticas Educacionais do Todos


Sobre o Educação Que Dá Certo

Iniciado em outubro do ano passado, o projeto mapeia, analisa e dissemina bons exemplos de políticas educacionais pelo Brasil e está vinculado a dois dos eixos de trabalho do Todos Pela Educação: produção técnica de conhecimento e Educação na pauta pública. 

A iniciativa tem quatro objetivos: tangibilizar as propostas técnicas do Todos Pela Educação; mostrar que há boas políticas públicas sendo feitas; valorizar os gestores e as secretarias que implementam boas práticas; e influenciar a tomada de decisão dos gestores públicos.

No ciclo inicial do projeto, foi realizada uma varredura nas informações públicas disponíveis nas secretarias estaduais de Educação e na imprensa em busca de iniciativas dentro das quatro áreas temáticas: Ensino Híbrido; Busca Ativa; Acolhimento e Avaliação/Recuperação de aprendizagem. Os temas fazem parte das principais recomendações de curto prazo para a mitigação dos impactos da pandemia na Educação Pública, elencadas pelo Todos Pela Educação no documento Educação Já nos Municípios.

O levantamento identificou sete redes estaduais com boas iniciativas relacionadas aos assuntos citados: Amazonas, Maranhão, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo e Paraná. Junto às secretarias e aos técnicos de cada uma dessas redes, a equipe de checagem apurou as iniciativas ou políticas sendo executadas relacionadas e conversou com educadores, alunos e famílias que servissem de personagens ilustrativos para cada política. O resultado foi um compilado de pré-apurações sobre as iniciativas, com fontes oficiais nas secretarias e personagens do dia a dia educacional.

O trabalho gerou uma série especial – “Tem notícia boa na Educação! – na CNN Brasil e, também, reportagens produzidas por outros veículos profissionais de imprensa – como a TV Globo e a Rádio CBN. Em todas elas, o mesmo espírito: mostrar como redes de ensino driblaram alguns dos desafios impostos pela pandemia com o engajamento de professores e alunos.

Your IP Address is:
162.241.136.94