Tempo de leitura: 2 minutos

Todos Pela Educação lança análises estaduais do Ideb 2019

|

Na semana passada, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o Ideb 2019 (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Um dos principais instrumentos para acompanhar avanços e retrocessos gerais no Ensino Básico do País foi detalhado em análises estaduais e nacional robustas realizadas pelo Todos Pela Educação (confira os arquivos ao final da página).

Com 28 documentos de leitura aprofundada do índice, a série “Ideb 2019 – A qualidade da Educação Básica” faz parte do trabalho do Todos Pela Educação no monitoramento público do ensino brasileiro para fortalecer o controle social sobre o avanço da Educação Básica. O material traz recortes de redes pública e privada de cada localidade, cálculo de municípios dentro de cada estado de acordo com o avanço, estagnação ou retrocesso no Ideb, cumprimento das metas em cada localidade, séries históricas para analisar a trajetória de evolução do índice, comparação entre os estados.

COMO LER A SÉRIE?

O Ideb é divulgado a cada dois anos pelo Ministério da Educação (MEC). O último, o de 2019, foi anunciado neste mês (setembro de 2020). A partir desses dados e com o objetivo de promover uma leitura mais analítica, o Todos Pela Educação construiu 28 relatórios sintéticos da série “Ideb 2019 – A qualidade da Educação Básica”. Veja as informações reunidas nos documentos, divulgue e contribua com melhores debates!

  • Panorama do Ideb brasileiro no documento focado em Brasil;
  • Consistência na evolução do Ideb, de acordo com cada estado;
  • Distribuição do Ideb nos municípios (para os documentos estaduais);
  • Evolução históricas do índice na localidade;
  • Desagregação por rede de ensino pública ou privada.

 

CONFIRA ABAIXO OS DOCUMENTOS DO BRASIL E POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO (POR ORDEM ALFABÉTICA)

 

Your IP Address is:
44.192.38.49


1 Comentário para “ Todos Pela Educação lança análises estaduais do Ideb 2019”

  1. Maria Abadia Vieira da Cruz diz:

    Este é o pior governo federal no quesito politicas educacionais.Seu projeto formativo é falho e não teve adesão real dos professores.