Tempo de leitura: < 1 minuto

“Melhorias substanciais na Educação passam pela não eleição de Bolsonaro”, afirma Todos em artigo

|

No que ficar de olho quando o assunto é priorização política da Educação para além do discurso nas eleições 2022? Olavo Nogueira Filho e Gabriel Corrêa, diretor-executivo e líder de políticas educacionais do Todos, respondem a essa pergunta em artigo de opinião no jornal O Globo nesta terça (23). A primeira condição para retomar os avanços na Educação é a não reeleição do presidente Jair Bolsonaro, mas também uma população atenta ao voto regional nas eleições deste ano, escolhendo governadores e governadoras comprometidos com a agenda educacional.

Entre os pontos levantados pela dupla que indicam lideranças comprometidas realmente com a área estão: seleção dos ministros e secretários estaduais da Educação; blindagem da área educacional contra influências político-partidárias; e uma participação dos líderes efetiva, com o estabelecimento de metas, monitoramento e fiscalização das ações educacionais.

 

< LEIA ESSES E OUTROS PONTOS NO ARTIGO COMPLETO >

 

Your IP Address is:
44.192.38.49