#EducaçãoJá

Entenda a prioridade

“Alfabetização de todos até os 8 anos de idade” é uma das 7 prioridades contidas no documento “Educação Já!: medidas urgentes para o(a) futuro(a) presidente lançar mão já nos seus 100 primeiros dias de governo para começar o salto de qualidade que nossa Educação tanto precisa.

Nos primeiros 100 dias, propomos para o próximo governo:

Aprimorar a política nacional de alfabetização para todas as crianças até os 8 anos de idade, tendo a indução do regime de colaboração entre Estados e Municípios como premissa da atuação federal.

DÚVIDA:

Por que alfabetização é prioridade?

Pense em tudo o que você quis ou precisou ler e entender somente hoje, desde que acordou. Pensou? Raramente quem já está alfabetizado percebe, mas essa habilidade é uma porta de entrada para estar e participar do mundo. E se queremos garantir uma Educação de qualidade para todos, precisamos, antes de tudo, que todas as crianças saibam ler e escrever plenamente na idade certa. Infelizmente, muitas ainda não estão alfabetizadas em leitura, escrita e matemática, e isso pode trazer sérias consequências não só para a Educação, mas para o ciclo de pobreza e desigualdades do país.  

Precisamos fazer tudo pela alfabetização

Diante de dados tão alarmantes e desiguais, uma melhor alfabetização precisa ser o centro de todos os esforços. E não é “só” ensinar. São muitos os fatores que podem influenciar a aprendizagem, e eles precisam ser bem atendidos. Nada pode faltar.

Recursos pedagógicos

As redes de ensino precisam ter garantidos os melhores materiais didáticos para alfabetização.

Formação docente

Os professores alfabetizadores precisam ser continuamente preparados e apoiados.

Formação dos gestores

Diretores e coordenadores pedagógicos também precisam estar capacitados à altura dos desafios de alfabetizar.

Reforço e recuperação

Ninguém pode ficar para trás. Para quem está com maiores dificuldades, é preciso reforçar o trabalho pedagógico. E para quem já está numa idade mais avançada, atividades de recuperação precisam ser desenvolvidas.


Apoio técnico para as gestões municipais

Muitas das gestões municipais carecem de capacidade técnica para, de fato, melhorarem seus índices. E
para apoiá-los, o Governo Federal
e principalmente o Estado
têm papel central.

Incentivos aos governantes

Por meio de alterações nas regras de distribuição de tributos
é possível incentivar que prefeituras, de fato, priorizem a melhoria dos resultados de alfabetização.



Tudo isso conectado à BNCC

A alfabetização até os 8 anos de idade deve estar em linha com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) já homologada para o Ensino Infantil e Fundamental, ou seja, com as habilidades e competências que todas as crianças brasileiras têm o direito de desenvolver. Falando na Base, sua implementação em escala nacional é tema de outra prioridade do Educação Já.

Alfabetizar não é só juntar letras. É juntar o Brasil.

Todas estas ações só sairão do papel se Estados e Municípios, com ajuda do Governo, se unirem e colaborarem entre si do jeito certo. Isso pede uma organização melhor, na qual a União oferece apoio técnico, financeiro e principalmente a autonomia necessária para governos e prefeituras proverem materiais didáticos, formações continuadas e planos de reforço e recuperação corretos para vencer os desafios de cada rede. Por isso mesmo, alfabetizar em escala nacional tem tudo a ver com um modelo de governança e gestão de redes mais eficiente, assunto de outra prioridade do Educação Já.

saiba mais sobre Gestão